Estudantes do InterEduc expõem seus quadros no Museu de Arte Contemporânea


Pessoas com três olhos e narizes levemente deslocados; cachorros quadrados; traçados cumpridos e bem coloridos. Por mais incomuns que pareçam estas foram características que inspiraram 18 estudantes do InterEduc, Centro Interprofissional de Atendimento Educacional Professora Marliete Santana Bastos, nos últimos seis meses. Após estudarem o artista Gustavo Rosa, eles pintaram suas próprias telas inspiradas no trabalho do pintor.

E na tarde desta terça-feira, 19, esses quadros foram apresentados ao público, no Museu de Arte Contemporânea, MAC, durante a abertura da mostra “Cor, forma e vida – um jeito diferente de ser e entender Gustavo Rosa”, coordenada pela artista plástica Veroka Tosta. Segundo a artista, Gustavo foi escolhido por conta da ludicidade característica de sua obra. A exposição fica aberta à visitação da comunidade até o próximo dia 26.

No período em que participaram das oficinas de arte, esses estudantes passaram por um processo gradativo de aprendizagem: desenharam primeiro no papel, usaram as cores de lápis de cor e, só depois desse primeiro momento, é que eles partiram para a tela – agora com a utilização de pinceis e tinta. A oficina também incluiu outras atividades com massa de modelar, argila, confecção de origamis e dobraduras.

“As crianças adoram por causa do aspecto divertido desse artista. Foi maravilhoso. Pra mim, foi gratificante. Nesta exposição, reunimos um número menor de telas, mas, em contrapartida, a mostra está carregada de significados, de importância. É um resultado positivo tanto pra mim como pra eles por fazer com que percebam que são capazes de produzir arte”, avalia Veroka, orientadora e artista plástica.

Reynan da Silva Santos, aluno da Escola Municipal Horácio Silva Bastos, conta que se divertiu durante as oficinas e que gosta de desenhar; inclusive que acha fácil fazê-lo. Sua avó, Silvéria Cerqueira da Silva, diz que percebeu ‘melhoras’ no neto depois de sua participação nas oficinas. “Está mais responsável. Ele tinha dificuldade para se lembrar de fazer as atividades de casa, mas já está se lembrando e se dedicando mais”.

Durante as oficinas, Veroka explorou diversas modalidades da arte, de acordo com as habilidades de cada estudante. O InterEduc é um órgão mantido pelo Governo do prefeito Colbert Martins Filho, vinculado à Secretaria de Educação que oferece aulas, atividades socioeducativas e de apoio a estudantes da Rede Municipal de Educação que tenham algum tipo de deficiência ou dificuldade de aprendizagem. As oficinas de artes ajudam no desenvolvimento de vários aspectos, a exemplo das funções psicomotoras.

Sheila Menezes, professora que atua no InterEduc, explica os benefícios trazidos a esses estudantes a partir da arte. “Proporciona o desenvolvimento da atenção, das funções executivas – flexibilidade mental, atenção concentrada, organização e planejamento. Por que quando o aluno está elaborando a tela, primeiro ele vai precisar refletir, observar o quadro e pensar em como passar para o papel o que ele está pensando, dentre outros aspectos que servem de base para as funções cognitivas, metacognitivas e questões pedagógicas”.

A abertura da mostra contou com a presença de familiares, amigos e de todo o corpo de profissionais que atuam no InterEduc. A exposição pode ser visitada em horário comercial até o próximo dia 26.

Ascom Prefeitura de Feira de Santana


0 Comentario "Estudantes do InterEduc expõem seus quadros no Museu de Arte Contemporânea"

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial